• STATO

4 dicas para uma liderança eficiente

Bons gestores engajam a equipe, influenciam pessoas além das tarefas do dia a dia e, consequentemente, contribuem para resultados mais sólidos na organização. Criar um ambiente funcional que permita o desenvolvimento dos colaboradores é uma das principais atribuições dos líderes. Para atingir esse objetivo, é preciso considerar alguns pontos especiais:

Transparência O papel do gestor é definir objetivos de negócios, explicar ao time por que eles são importantes e traçar os caminhos necessários para o atingimento das metas. Transparência é uma qualidade inerente aos líderes porque demonstra a importância do espírito de equipe, gera conexões e transmite a mensagem de que a contribuição individual importa. Esse clima organizacional funciona tanto em momentos positivos quanto negativos, nos quais há necessidade de rever eventuais práticas e atitudes.

Comunicação Não adianta ser transparente se não houver comunicação clara e coerente. O gestor incapaz de se fazer entender traz uma série de problemas para a equipe, pois contribui para a proliferação de mal-entendidos que podem comprometer estratégias. Além disso, também é função do líder entender as características do time para poder se comunicar da forma mais efetiva possível, tanto coletivamente quanto individualmente.

Processos A definição de processos é tão vital quanto a dos objetivos. As duas caminham juntas para permitir o bom desenvolvimento das ações e garantir que a equipe atinja o propósito previamente determinado. Para tanto, é preciso fazer um diagnóstico das necessidades, definir prioridades, parâmetros e a visão de negócios. Todo esse movimento deve ser monitorado constantemente para a realização de ajustes quando necessário.

Flexibilidade Equipes colaborativas tendem a desempenhar melhor do que aquelas regidas por comandos autoritários – aliás, estes já quase não têm mais espaço no mercado. Dar ouvidos às opiniões dos colaboradores gera a impressão de que todos estão “no mesmo barco” e traz efeitos positivos a partir da diversidade de ideias, abrindo caminhos para criatividade e inovação. A decisão final continua sendo do líder da área, mas a versatilidade de opiniões deve existir sempre.