• STATO

4 dicas valiosas para entrevistas em vídeo

As entrevistas de emprego via internet ganharam popularidade e se tornaram uma ferramenta aliada de Recursos Humanos no processo seletivo. Durante a pandemia do coronavírus, aumentaram os relatos de empresas que recorreram ao formato para atrair talentos.

Embora esse formato de recrutamento possa parecer menos impactante e até “frio” em alguns casos, as entrevistas a distância transmitem elementos importantes que determinam ou barram o avanço de um candidato à vaga em aberto. Existem técnicas de avaliação e de comportamento que devem ser observadas.

Neste conteúdo, nós repercutimos dicas para que o candidato tenha um bom desempenho nesse tipo de encontro virtual com o recrutador. As recomendações foram publicadas originalmente no site da InterSearch, rede global de consultorias especializadas no recrutamento e seleção de executivos da qual a STATO faz parte. Confira abaixo:

Iluminação Em uma conversa por vídeo, a iluminação deve estar equilibrada para não ofuscar o candidato ou criar silhueta. Evite sentar-se perto da janela ou com uma lâmpada atrás. A dica é posicionar-se com a luz à frente, de preferência que seja natural. A depender do horário da entrevista, será necessário recorrer à luz artificial, então siga as instruções para que ela não comprometa a qualidade do ambiente. Também é recomendável fazer a limpeza da câmera do celular ou do notebook, usando pano com álcool, e certificar-se de que a resolução da transmissão está na qualidade máxima, indo às configurações do aparelho.

Cenário É natural que as pessoas notem o cenário onde a transmissão está sendo realizada. Especialmente agora, em tempos de pandemia, quando a quantidade de lives e reuniões a trabalho disparou. Por isso, da mesma forma que existe a preocupação com a vestimenta, é indicado que o candidato tente decorar o ambiente para além de uma simples parede como pano de fundo. A dica número 1 é evitar bagunça ou uma cama desarrumada no vídeo, por exemplo. A aparência, neste caso, vai além da pessoa e se estende ao local de trabalho, ainda que improvisado. Aposte em uma estante organizada com livros ou então em quadros que transmitam mensagens coerentes com o seu perfil e a ocasião. Durante uma entrevista, não use pano de fundo virtual (deixe para a live com os amigos). E, sobretudo, evite oferecer distrações, minimizando, ao máximo, ruído e o nível de atividade na imagem.

Postura Assim como em um encontro presencial, a postura importa na entrevista por vídeo. Procure sentar-se ereto na cadeira e ajuste a posição para que exista um pequeno espaço entra a sua cabeça e o quadro do vídeo. Também é importante manter contato visual constante com o entrevistador, o que, neste caso, significa olhar para a webcam em vez da imagem da pessoa na tela. Uma dica para evitar o estranhamento é posicionar o rosto do(a) interlocutor próximo à webcam, garantindo mais naturalidade às reações.

Não seja um robô O fluxo da entrevista em vídeo deve ser o mais próximo possível do da entrevista presencial. Então, inicie a conversa com gentilezas e conversas genuínas. Como a primeira parte da entrevista costuma ser sobre o âmbito pessoal, prepare alguns tópicos para “quebrar o gelo” destacando hobbies e preferências por estilo de música e esportes, por exemplo. Tudo isso da forma mais natural possível, apesar da tensão inerente a uma entrevista de emprego. Assim, quando o recrutador partir para as questões profissionais, mude o foco e aja de acordo.