• STATO

Não permita que High Performers se safem de um comportamento tóxico

Se um de seus colabobloradores de melhor desempenho também é um dos mais tóxicos e com problemas comportamentais, o que você deve fazer? Por mais produtivas que pareçam, esses rock stars tóxicos são um grande problema e podem te fazer perder outros integrantes valiosos do time.




Confira algumas dicas do que fazer se você tiver algum caso tóxico em sua equipe:

  • Dê uma olhada honesta em sua cultura. Se você suspeitar que a pessoa não é uma exceção ou a única que participa de comportamentos tóxicos, realize uma pesquisa de cultura, grupos focais e conversas individuais com seus colaboradores para saber mais. É importante saber se você está contribuindo para o problema ou permitindo que ele persista. Não fique na defensiva sobre o que você encontrar – responda com humildade, curiosidade e empatia.

  • Estabeleça um processo de feedback confiável. Forneça oportunidades de denúncia anônima para que a sua equipe se sinta confiante de que não serão penalizados por falar sobre um colega tóxico – especialmente se essa pessoa tiver muito poder e influência organizacional.

  • Estabeleça uma política de não tolerância. Ação decisiva é crítica. Caso contrário, você corre o risco de enviar a mensagem de que o mau comportamento é aceitável, desde que as pessoas estejam apresentando resultados.


Dados extraídos da Harvard Business Review Texto adaptado do artigo: “Leaders, Stop Rewarding Toxic Rock Stars,” de Deepa Purushothaman