top of page
  • Foto do escritorSTATO INTOO

Descubra o Que Realmente te Motiva no Trabalho


A maioria dos profissionais, ainda que inconscientemente, espera reconhecimento no ambiente de trabalho. Entretanto, existe grande dificuldade de identificar o tipo de reconhecimento pretendido por cada um, isto é, identificar o que realmente motiva cada indivíduo no dia-a-dia do trabalho. Por exemplo, após entrega extraordinária em um projeto, se o profissional espera ser nomeado para liderar o próximo grande projeto e, em vez disso, receber "apenas" agradecimento especial na reunião de equipe, o desapontamento é certo.


 Algumas estratégias podem aumentar consideravelmente a probabilidade de se receber um reconhecimento que seja possível para a empresa e dentro das expectativas do profissional.


  • Reflita sobre seus motivadores: identifique objetivos pessoais e profissionais.

  • Pense nas recompensas anteriores que foram significativas, motivadoras ou decepcionantes. 

  • Entenda se o foco está em receber reconhecimento público ou privado.

  • Liste e classifique as experiências de trabalho e recompensas que o entusiasmam. Considere vários incentivos, como bônus financeiros, prêmios, folga extra ou oportunidades para liderar novos projetos.

  • Entenda a cultura de recompensas da empresa, observe a dinâmica da equipe quanto às recompensas e reconhecimentos mais comuns. Alinhe-se com projetos e funções que oferecem essas recompensas e construa relacionamentos com colegas e mentores que compartilham seus valores.

  • Mantenha com o Gestor e o RH um diálogo aberto sobre carreira, entendendo as possibilidades e oportunidades no time e na empresa, deixe claro seu interesse específico em oportunidades específicas, busque orientação sobre como alcançá-las e solicite feedback.


Por fim, esteja sempre na memória do Gestor e do time como um profissional de excelência e alta performance, pois sem esse primeiro reconhecimento, os demais caem na esteira do não-merecimento.


Publicação adaptada do artigo What Really Motivates You at Work?,” de Carrie Ott-Holland.

Comments


bottom of page