• STATO

Aprenda a confiar em sua intuição ao tomar decisões difíceis

A intuição é frequentemente descartada como mística ou não confiável. Mas a realidade é que ela é uma das ferramentas mais poderosas de tomada de decisão que está à sua disposição. Aqui vão algumas dicas para aprender a usá-la:



  • Avalie se é intuição ou medo. Pergunte a si mesmo: Estou tentado a tomar essa decisão para evitar uma ameaça, rejeição ou punição? Ou me sinto animado, à vontade e satisfeito com a escolha em mãos?

  • Pratique. Encontre pequenas maneiras de tomar ações rápidas e decisivas. Levante a mão e fale em uma reunião sem se censurar. Escolha uma roupa que te chame a atenção sem pesar muitas variáveis. Ao começar pequeno, você mitiga sentimentos de opressão e pode, gradualmente, avançar para decisões mais robustas e com maior autoconfiança.

  • Experimente o teste de julgamento rápido. Em um pedaço de papel, escreva uma pergunta com a qual você está tendo dificuldades, como por exemplo: “Aceitar a promoção me deixará feliz?” Em seguida, escreva “sim ou não” abaixo da pergunta e vá embora. Depois de algumas horas, ou na manhã seguinte, volte ao papel e circule imediatamente a resposta que lhe parece certa.

  • Recorra aos seus valores. Da próxima vez que você se sentir incapaz de tomar uma decisão, pergunte a si mesmo: “Qual ação me aproxima dos meus valores fundamentais?” Você pode evitar loops mentais alinhando suas escolhas com o que mais importa para você.


Dados extraídos da Harvard Business Review Texto adaptado do artigo: “How to Stop Overthinking and Start Trusting Your Gut” de Melody Wilding