• STATO

Como os pais podem apoiar a escolha de carreira dos filhos

Uma pesquisa feita pelo LinkedIn em 2019 traduziu em números o que muita gente já sentiu na pele: a influência dos pais na hora de escolher qual carreira seguir. Cerca de 26% das pessoas consultadas no estudo relataram o peso da família sobre essa decisão, que geralmente não é fácil de tomar.

O direcionamento dos pais para a trajetória profissional dos filhos tem significados diversos que precisam ser compreendidos, incluindo o contexto atual do mercado de trabalho. Com as rápidas transformações em curso e explosão de novas carreiras, as escolhas se tornam mais complexas e devem ser amparadas por análises coerentes.

Com a proximidade do Dia dos Pais, produzimos um conteúdo que reúne dicas de apoio para escolha de carreira dos filhos. Confira:

1 – Não escolha por eles

O ditado “filho de peixe, peixinho é” pode ser aplicado a várias ocasiões comportamentais, mas deve ser observado com cuidado quando se trata de carreira. É natural que os filhos desenvolvam admiração pelas profissões dos pais, da mesma forma que é natural que eles (os pais) se preocupem com futuro profissional dos filhos e queiram participar dessa discussão. A interferência se torna saudável quando vem na forma de apoio para a tomada de decisão, e não de modo impositivo. Pais não devem, em nenhuma hipótese, escolher as carreiras dos filhos ou projetar seus sonhos sobre os deles.

2 – Incentive pesquisas e reflexão

Escolher uma carreira na adolescência pode ser tarefa difícil, especialmente no ambiente fluído do mercado de trabalho, em que as relações entre empresas e colaboradores estão sendo ressignificadas. Neste cenário de incertezas, cabe aos pais auxiliarem os filhos a pesquisar áreas de interesse, validar sinergias com seus perfis, investigar possibilidades de campo de trabalho, entre outras ações de orientação. Quanto mais informações forem coletadas, maior a chance de tomar decisões conscientes.

3 – Busque apoio de especialistas

A orientação profissional é um passo importante para guiar boas escolhas em qualquer estágio da vida, ainda mais quando não tem experiência. Permita que o seu filho tenha contato com especialistas em carreira capazes de aplicar testes vocacionais e auxiliar no processo de avaliação comportamental e pesquisas de mercado para identificar caminhos aderentes. A STATO conta com este serviço, saiba mais aqui.

4 – Encoraje a busca pela realização profissional

A carreira é uma estrada longa a ser percorrida aos poucos, kilômetro por kilômetro. Justamente por isso, a escolha deve ser coerente e fazer jus às aptidões dos filhos. Já dissemos em outros conteúdos e voltamos a repetir neste: a coerência na trajetória profissional é um dos principais componentes que norteiam carreiras de sucesso. E ela só é alcançada com a premissa da realização profissional. Pessoas que desempenham funções de que gostam tendem a ter a serem mais engajadas e colher resultados mais promissores ao longo do tempo.