• STATO

Como tornar um colaborador mais produtivo

Produtividade é o sonho de consumo de todos os gestores. Pesquisas indicam que o profissional brasileiro leva 1 hora para fazer o que um americano faz em 15 minutos. Quando avaliado pela perspectiva mensal, esse ‘gap’ causa efeitos danosos para os negócios. Como tornar os colaboradores mais produtivos em um cenário de competitividade acirrada e margens apertadas?

O primeiro passo é garantir condições adequadas para que as pessoas desempenhem seu melhor potencial. O parque tecnológico está atualizado e oferece as melhores ferramentas digitais possíveis? A qualidade do acesso à internet é boa? As salas de reunião são bem equipadas? O ambiente de trabalho é confortável o suficiente para que as pessoas se sintam bem ao longo do dia? Se as respostas forem positivas, vá para o segundo passo: definição de processos.

O avanço da tecnologia removeu as empresas da era dos “achismos”. Há uma infinidade de ferramentas disponíveis que permitem ao gestor mensurar cada etapa do desempenho profissional e avaliar se os colaboradores estão atendendo aos objetivos estipulados. Caso não estejam à altura do que se espera, entra em cena outra condição essencial para melhorar a produtividade: o feedback.

O feedback pode ser realizado em periodicidades diferentes, só não pode deixar de ser feito. Empresas com políticas sólidas de avaliação dos colaboradores prosperam porque evitam gargalos que podem se transformar em problemas maiores. Há organizações que prezam inclusive pela transformação constante das pessoas, criando programas de incentivo à evolução anual e impedindo estagnação e monotonia. Seja qual for o escopo, o importante é que cada organização encontre o modelo que melhor se adapte às suas necessidades.